Estrabismo

O que é estrabismo?

Estrabismo é o desalinhamento dos olhos. Os tipos mais freqüentes de estrabismo são a esotropia (quando os olhos estão desviados “para dentro”) e a exotropia (quando os olhos estão desviados “para fora”). Estima-se que 4% da população seja portadora de algum tipo de estrabismo.

 

Esotropia

 

O que causa o estrabismo?

Na maioria das vezes, os desvios oculares são causados por alguma alteração no controle neuromuscular dos movimentos dos olhos. Também podem ser causados por paresias ou paralisias em algum dos nervos cranianos (III, IV e VI) que são responsáveis por inervar os músculos oculares externos. Em cada olho, há 6 músculos oculares externos, os quais movimentam os olhos em todas as direções.

O estrabismo prejudica a visão em crianças?

Sim, pois o desalinhamento ocular pode causar ambliopia. Quando os olhos estão orientados em direções diferentes, o cérebro recebe duas imagens diferentes. Quando isso acontece, o cérebro pode “ignorar” a imagem proveniente do olho que está desviado (para evitar visão dupla). Ao “ignorar” as imagens recebidas pelo olho desviado, o cérebro faz com que a visão nesse olho estrábico não se desenvolva plenamente. Ou seja, o cérebro não “aprende” a enxergar com o olho desviado. Para evitar que isso ocorra, é fundamental que os estrabismos e a ambliopia sejam tratados ainda na infância. Quanto mais precoce o tratamento, maiores são as chances de sucesso.

Como é o tratamento do estrabismo?

O tratamento do estrabismo tem como objetivo principal melhorar o alinhamento ocular, a fim de possibilitar que os dois olhos enxerguem na mesma direção (visão binocular). O tratamento pode envolver o uso de óculos, prismas e/ou cirurgias nos músculos oculares.
A cirurgia de estrabismo também pode ser restauradora. Ou seja, ainda que a visão não possa ser recuperada, o aspecto estético dos olhos pode ser melhorado com o alinhamento ocular.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *