Erros Refracionais

Para que possamos ver com nitidez, é necessário que a imagem dos objetos seja formada na retina dos nossos olhos. Nesta situação ideal, chamada de emetropia, dizemos que o foco da imagem está exatamente sobre a retina (ou na retina).

Na vida real, contudo, o olho humano apresenta imperfeições chamadas de erros refracionais. Os erros refracionais, por sua vez, dificultam a formação de uma imagem perfeitamente focalizada na retina. Assim, quando existe um erro refracional, a imagem se forma um pouco antes ou depois da retina, fazendo com que tal imagem não seja muito nítida. Na verdade, a imagem será tanto mais borrada, quanto maior for o erro refracional, o que pode ser medido em dioptrias, também conhecidas, simplesmente, como “o grau dos óculos”, na linguagem popular.

Existem vários tipos de erros refracionais, mas podemos didaticamente dividi-los nos seguintes grupos:

 

 

De um modo geral, os erros refracionais podem ser compensados através de três formas distintas, quais sejam:

1) Uso de óculos
2) Uso de lentes de contato
3) Com cirurgias refrativas

O uso de óculos ou de lentes de contato são alternativas para compensar os erros refracionais, a fim de melhorar a visão dos pacientes. Contudo, nem os óculos, nem as lentes de contato são capazes de eliminar (curar) os erros refracionais. Felizmente, com o progresso da ciência, diversas técnicas de cirurgias refrativas foram desenvolvidas para corrigir os erros refracionais, possibilitando o restabelecimento de uma boa qualidade de visão sem a necessidade de uso de óculos ou com menor necessidade de óculos.

Assim, como existem diversos tipos de erros refracionais, existem também diferentes técnicas de cirurgias refrativas, cada qual com suas peculiaridades. De um modo geral, podemos dividir as cirurgias refrativas em 4 grupos, como abaixo listado. Para saber mais sobre cada tipo de cirurgia, basta clicar sobre qualquer um dos grupos abaixo.

1) Cirurgias refrativas com LASER (PRK e LASIK)
2) Facoemulsificação
3) Implante de lentes fácicas
4) Ceratotomias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *