Cirurgia para Presbiopia

A presbiopia é conhecida, popularmente, como “vista cansada” e consiste na dificuldade de visão para perto que ocorre na maioria das pessoas após os 40 anos.

Veja, a seguir, algumas perguntas e respostas sobre a cirurgia para presbiopia.

 

O que é a presbiopia?

A presbiopia é conhecida, popularmente, como “vista cansada” e consiste na dificuldade de visão para perto que ocorre na maioria das pessoas após os 40 anos. A presbiopia decorre da perda progressiva da capacidade de modificar o foco do cristalino, o qual, por sua vez, é uma lente natural do olho humano. Assim, esta perda costuma se agravar com a progressão da idade, gerando visão borrada para perto e dificuldade de leitura.

Como é a cirurgia para a presbiopia?

A cirurgia para a presbiopia é a cirurgia que visa corrigir a presbiopia, a fim de melhorar tanto a visão para perto, como a visão para longe. Esta cirurgia consiste em duas etapas:

1. Na primeira parte retira-se o cristalino através de uma tecnologia chamada FACOEMULSIFICAÇÃO;
2. Na segunda etapa, após a retirada do cristalino, implanta-se dentro do olho uma lente intra-ocular multifocal.

Como é feita a retirada do cristalino?

Atualmente, a técnica cirúrgica mais moderna para a retirada do cristalino é a FACOEMULSIFICAÇÃO. Por meio deste método, utilizamos um aparelho de facoemulsificação, o qual fragmenta o cristalino em partículas pequenas, através de vibrações em alta freqüência. Após fragmentar o cristalino, o aparelho remove as partículas, por meio de uma aspiração à vácuo. Assim, podemos dizer que o cristalino é sugado pelo aparelho de facoemulsificação.

Facoemulsificação

A cirurgia de presbiopia é feita com LASER?

Não. A cirurgia não é feita com LASER, e sim com um equipamento que fragmenta o cristalino, chamado equipamento de facoemulsificação. Diversas experiências têm sido realizadas com um tipo de laser chamado “femtosecond”, com o intuito de utilizar esta tecnologia nas cirurgias de presbiopia. Porém, isto ainda está em fase de testes preliminares.

É necessário implantar uma lente na cirurgia de presbiopia?

Sim, é necessário implantar uma lente na cirurgia de presbiopia, pois esta lente irá substituir o cristalino que foi retirado na cirurgia. Assim, quando operamos a presbiopia, estamos retirando o cristalino, o qual deverá ser substituído pela lente intra-ocular multifocal.

Implante da lente intra-ocular

Lente posicionada ao término da cirurgia


Como é feita a anestesia nas cirurgias de presbiopia?

Na grande maioria das vezes, utilizamos a anestesia tópica, com uma sedação leve. Isto significa que utilizamos gotas de colírios anestésicos e uma sedação suave, a fim de propiciar uma cirurgia tranqüila e sem dor ao paciente. Assim, evitam-se os riscos inerentes às injeções dos bloqueios peribulbares, como perfurações oculares e hematomas. Esta forma de anestesia (tópica) também apresenta a vantagem de permitir a realização da cirurgia até mesmo em pacientes anti-coagulados com bastante segurança, graças aos baixos riscos de sangramento, por não necessitar do uso de agulhas.

Com a anestesia tópica não há a necessidade de ocluir o olho operado, o que nos permite iniciar o uso de colírios imediatamente após a cirurgia, acelerando a recuperação no período pós-operatório. Como a cirurgia é rápida, geralmente não ultrapassando 15 minutos, a anestesia tópica com sedação leve nos permite uma pronta recuperação anestésica após a cirurgia, sem os efeitos de sedações excessivas.

É preciso dar pontos na cirurgia de presbiopia?

Não. Graças à evolução tecnológica, atualmente, a cirurgia de presbiopia é realizada através de incisões (cortes) muito pequenas. Assim, a própria pressão interna do olho é capaz de fechar a incisão, não havendo a necessidade de pontos (sutura com fios cirúrgicos), na grande maioria das vezes. Por esta razão, dizemos que a cirurgia de presbiopia não necessita suturas, na imensa maioria das vezes, o que diminui o astigmatismo e desconforto pós-operatório.

A cirurgia da presbiopia é ambulatorial ou precisa de hospitalização?

Geralmente, não há necessidade de ficar no hospital. Assim, a cirurgia é considerada ambulatorial, pois o paciente costuma ir para casa no mesmo dia, após a cirurgia.

O que ocorre com a pressão ocular após a cirurgia de presbiopia?

Se a cirurgia for bem feita, sem que ocorram complicações cirúrgicas, geralmente a pressão intra-ocular diminui após a cirurgia da presbiopia. Esta redução da pressão após a cirurgia de presbiopia é um efeito bastante positivo para a saúde ocular, pois ajuda a proteger o olho contra os danos provocados pelo aumento da pressão ocular, como ocorre nos casos de glaucoma. Além disso, após a cirurgia de presbiopia, diminuem os riscos de uma crise aguda de glaucoma de fechamento angular (um tipo de glaucoma).

A recuperação da visão é rápida após a cirurgia de presbiopia?

Geralmente é possível obter uma boa visão já no primeiro ou segundo dia após a cirurgia. Além disso, costuma haver uma melhora progressiva da visão nos dias, semanas e meses subsequentes, devido à adaptação do organismo à lente intra-ocular multifocal. Este processo recebe o nome de neuro-adaptação.

É possível corrigir o grau dos óculos com a cirurgia da presbiopia?

Sim, é possível corrigir o grau dos óculos, tanto para perto, como para longe. Assim, é possível diminuir ou até mesmo eliminar o uso de óculos após a cirurgia da presbiopia. Esta correção do grau dos óculos é feita através do implante de uma lente intra-ocular multifocal, a qual irá compensar o grau dos óculos. Portanto, as lentes multifocais podem corrigir os graus de longe e de perto, sendo uma ótima opção para quem deseja não usar mais óculos.

O que são lentes intra-oculares multifocais e como elas funcionam?

Como já comentamos, as lentes intra-oculares multifocais são lentes que visam corrigir o grau dos óculos para longe e para perto, fazendo com que possamos diminuir ou eliminar totalmente o uso de óculos após a cirurgia de presbiopia. Em outras palavras, estas lentes procuram oferecer uma boa visão para longe e para perto sem o uso de óculos.

Visão para longe com lente multifocal Visão para perto com lente multifocal

 

Atualmente, as melhores lentes multifocais que existem no mundo, baseiam-se nos fenômenos ópticos conhecidos como refração e difração. Graças à evolução tecnológica, estas lentes costumam apresentar um ótimo desempenho na visão para longe e para perto, de um modo geral. Apesar de todos os avanços ocorridos, as lentes intra-oculares multifocais apresentam algumas limitações. As maiores limitações destas lentes dizem respeito aos fenômenos ópticos conhecidos como “glare” (ofuscamento) e halos, além da diminuição da sensibilidade de contraste, especialmente em condições de baixa luminosidade.

 

É necessário aplicar LASER após a cirurgia de presbiopia?

Em alguns casos, depois da cirurgia, pode ocorrer a opacificação da membrana que envolve a lente, o que se chama opacificação da cápsula posterior do cristalino. Quando isto acontece, pode ser feita uma aplicação de LASER para melhorar a visão, chamada capsulotomia com YAG-LASER. Felizmente, as lentes intra-oculares de boa qualidade apresentam baixos índices de opacificação capsular, fazendo com que esta aplicação de laser não seja necessária em grande parte das vezes.

 

Precisa usar colírios após a cirurgia da presbiopia?

Sim, após a cirurgia da presbiopia é necessário usar três tipos de colírios: anti-bióticos, anti-inflamatórios não hormonais e corticóides. Em alguns pacientes com ressecamento ocular, também é necessário usar colírios lubrificantes. Felizmente, todos estes diferentes tipos de colírios evoluíram muito nos últimos anos, de tal modo que dispomos de excelentes opções atualmente.

 

Quem tem catarata e glaucoma pode ser operado da presbiopia?

Sim. Na verdade, a cirurgia da presbiopia costuma diminuir a pressão intra-ocular, na maioria das vezes. Por esta razão, a cirurgia da presbiopia pode ajudar no controle do glaucoma. Em relação à catarata, a cirurgia da presbiopia é uma forma de corrigir a catarata (se já houver catarata) ou de prevenir a catarata (se não houver catarata). Portanto, após a cirurgia da presbiopia o indivíduo fica protegido contra a catarata.

16 Comentários

  1. Denise Rocha, Porto Alegre disse:

    Gostei do artigo. Esclareceu minhas dúvidas.

  2. Marcelo F. Hagmann disse:

    Que bom, eu não sabia que era possível corrigir os óculos com essa cirurgia. Fiquei feliz em saber disso. Um abraço a todos.
    Marcelo F. Hagmann – Rio de Janeiro

  3. Maria Amália Pereira disse:

    Adorei as explicações. O texto é bem didático.
    Maria Amália Pereira – Recife

  4. Renata Durval Müller disse:

    Também gostei muito do artigo. Vocês estão de parabéns.
    Renata D. Müller, São Paulo.

  5. Rosa Ângela disse:

    vou fazer esta cirurgia daqui a alguns meses e vocês tiraram todas as minhas dúvidas em uma linguagem que podemos entender com clareza.
    VALEU!!!!

  6. Norberto Hardt disse:

    Excelente artigo. Me ajudou muito. Parabéns para vocês do CEO!

    Norberto Hardt, São Paulo.

  7. simone disse:

    Estou a caminho de fazer esta cirurgia,parece um sonho nao precisar mais usar oculos e enxergar mal. Adorei o texto explicativo.encaminhando o exame.Estou bem ansiosa!!!

  8. Rogério Lago disse:

    Gostei muito, estou estimulado em fazer esta cirurgia!
    Rogério Lago, Ribeirão Preto

  9. Nelson Alves Marins disse:

    Gostei muito deste artigo sobre a cirurgia de presbiopia. E recentemente, tive a oportunidade de assistir este tipo de
    intervenção oftalmológica, no Hosp. de Olhos de Niterói, e
    fiquei impressionado com a aplicação da técnica de FACO-
    EMULSIFICAÇÃO, que foi sucesso total. A cirurgia Oftalmo-
    lógica, evoluiu muito e a duração da mesma, foi de 15 mi-
    nutos e foi realizado p/ Dr. Lauro Rabello, com muita ma-
    estria e competência profissional. Este tipo de cirurgia foi
    realizada numa amiga minha. Sou Enfermeiro do Universi-
    tário do Fundão. Grato.

  10. Juarez Macedo Paz disse:

    Estou preste a fazer esta cirurgia agora em agosto com o Dr Luciano Bellini, e gostei muito deste esclarecimento já não aguento mais usar oculos abraços á todos.

  11. marina Mafra disse:

    Caramba , muito fera essa publicação , eu só queria saber como baixar esse vídeo demonstrando as lentes multifocais para perto e longe , pois irei apresentar um trabalho na escola exatamente sobre isso .. e seria muito bacana se eu conseguisse esse video ! Mas pelo jeito não tem como baixar .. ! 🙁

  12. Rubens Jesus disse:

    Muito bom e esclarecedor. Se o meu caso tiver indicação de cirurgia, agendo na mesma hora e volto aqui para escrever como foi. Abraços. Rubens Jesus – São Paulo

  13. Maribel P.Perdoná disse:

    Adorei o artigo, foi muito esclarecedor…já vou me planejar para fazer a cirurgia!!!

  14. Maria José Antunes disse:

    Fiz a cirurgia há 1 semana, estou na fase de adaptação. Para já estou sem óculos e a visão é boa, recomendo a que como eu detesta usar óculos.

  15. Maria José Antunes disse:

    Já estou a trabalhar.
    Continuo muito bem sem óculos, excelente visão ao longe e ao perto.
    Mais uma vez recomendo a cirurgia.

  16. NED SMITH disse:

    Artigo bem esclarecedor.