Adaptação e uso de lentes de contato

O que é adaptação de lentes de contato?

Adaptação de lentes de contato é um ato médico que consiste em realizar diversos testes com a finalidade de escolher as melhores lentes de contato para cada pessoa, além de orientar quanto ao uso correto das mesmas.

Quem é o profissional adequado para adaptar lentes de contato?

O médico oftalmologista é o profissional capacitado para adaptar lentes de contato e orientar quanto ao uso correto das mesmas.

Que exames devem ser feitos para escolher as lentes de contato para cada pessoa?

Antes de tudo, o médico oftalmologista deverá realizar uma consulta e um exame oftalmológico geral, a fim de avaliar a saúde ocular e verificar se existem ou não doenças oculares, como glaucoma, catarata ou doenças da córnea, por exemplo. Após este exame preliminar, o médico oftalmologista irá avaliar outros exames complementares, a fim de obter informações específicas quanto às características das córneas de cada indivíduo. Neste sentido, as medidas das curvaturas corneanas são de grande importância e podem ser avaliadas por diferentes métodos e equipamentos, como a ceratometria automatizada, a topografia corneana, o ORBSCAN e o Pentacam, por exemplo.

Quais são os cuidados que devemos ter com as lentes de contato?

Existem vários cuidados que devemos ter com o uso de lentes de contato. Resumidamente, os cuidados mais importantes são:

1.      Sempre lave muito bem as mãos antes de manusear as lentes de contato.

2.      Não durma com as lentes de contato. Contudo, em alguns casos, o médico oftalmologista poderá recomendar o uso de lentes terapêuticas por alguns dias sem retirar a noite, mas isto deve ser considerado uma exceção e não uma regra.

3.      Para a limpeza e conservação das lentes de contato, use os produtos adequados para o tipo de lente em questão.

4.      Troque diariamente o líquido dos estojos onde as lentes são guardadas à noite.

5.      Não use água da torneira para a limpeza das lentes de contato.

6.      Enquanto estiver usando as lentes de contato, lembre-se de pingar colírios lubrificantes nos olhos, ao longo do dia, a fim de evitar o ressecamento ocular.

7.       Retire imediatamente as lentes de contato e procure um médico oftalmologista sempre que estiver com alguma alteração ocular, como dor, secreção, olho vermelho ou diminuição da visão, por exemplo.

8.      Na dúvida, consulte um médico oftalmologista para obter mais informações.

Para saber mais detalhes sobre os cuidados que devemos ter com as lentes de contato, clique aqui.

Quais são os tipos de lentes de contato?

Existem diversos tipos de lentes de contato. Podemos dividir as lentes de contato, basicamente, em dois tipos:

1.      Lentes gelatinosas;

2.      Lentes rígidas.

As lentes também podem ter características especiais, como é o caso das lentes tóricas, multifocais, bifocais, terapêuticas e estéticas. Veja, abaixo, alguns comentários sobre estes diversos tipos de lentes de contato.

O que são lentes gelatinosas?

O termo “lentes gelatinosas” serve para designar todas as lentes de contato feitas de materiais flexíveis. Por esta razão, as lentes gelatinosas são mais confortáveis do que as lentes rígidas. Além disso, as lentes gelatinosas também apresentam maior aderência à superfície ocular, fazendo com que seja mais difícil que saiam do olho, quando comparadas com as lentes rígidas. Existem diversos materiais usados para a fabricação de lentes gelatinosas, com maior ou menor teor de hidratação, além de várias outras características físicas e químicas.

O que são lentes rígidas?

Lentes rígidas são todas as lentes de contato não flexíveis. Portanto, as lentes rígidas são menos confortáveis do que as lentes gelatinosas. Além disso, as lentes rígidas apresentam menor adesão à superfície ocular, podendo sair do olho com mais facilidade do que as lentes gelatinosas. Apesar destas desvantagens, as lentes rígidas apresentam algumas vantagens em relação às lentes gelatinosas, especialmente no que diz respeito à correção do astigmatismo. Assim, as lentes rígidas têm grande capacidade para corrigir os astigmatismos, sendo muito eficientes até mesmo em astigmatismos irregulares, como ocorre nos casos de ceratocone, por exemplo. As lentes rígidas também podem ser usadas para corrigir irregularidades da superfície ocular, como em casos de cicatrizes ou depressões decorrentes de úlceras corneanas.

O que são lentes tóricas?

Lentes tóricas são lentes de contato destinadas a corrigir o astigmatismo, além do erro refracional esférico (miopia ou hipermetropia).

O que são lentes multifocais e bifocais?

Lentes bifocais e multifocais são lentes de contato capazes de oferecer foco para mais de uma distância, geralmente correspondendo às distâncias de longe e de perto. Em outras palavras, são lentes destinadas a oferecer uma boa qualidade de visão, sem a necessidade de uso de óculos, em pacientes com mais de 40 anos (pacientes com presbiopia).

O que é monovisão?

Monovisão é um sistema óptico que se baseia no uso de duas lentes de contato, de tal modo que uma das lentes será colocada em um olho com a correção óptica para longe (grau para longe), enquanto a outra lente será colocada no outro olho com a correção óptica para perto (grau para perto). Esta combinação de um olho para longe e outro para perto é utilizada para fornecer uma boa visão para longe e para perto, sem a necessidade de uso de óculos, em pacientes com mais de 40 anos (pacientes com presbiopia). A monovisão é bem aceita por grande parte dos pacientes com presbiopia e pode oferecer uma boa visão sem óculos, desde que não existam alterações oculares graves em nenhum dos olhos.

O que são lentes terapêuticas?

Lentes terapêuticas são lentes gelatinosas com alta permeabilidade ao oxigênio, permitindo o seu uso por vários dias sem que tenham que ser removidas dos olhos todas as noites. Estas lentes podem ser usadas sob supervisão de um médico oftalmologista em situações especiais, como nos casos de úlceras corneanas, pós-operatórios de cirurgias refrativas (PRK) ou em outros procedimentos oculares, como o cross-linking e o PTK.

O que são lentes estéticas?

Lentes estéticas são todas as lentes de contato usadas com a finalidade cosmética, ou seja, para melhorar a beleza dos olhos. Estas lentes podem aliar a correção do erro refracional (miopia, hipermetropia, etc), como nos casos das lentes coloridas, que podem ter (ou não ter) “grau”. Neste grupo das lentes estéticas, também existem lentes especiais, feitas sob medida para pacientes que apresentam alterações oculares graves e que precisam usar lentes pintadas para oferecer um aspecto estético muito próximo ao natural.

O que são lentes descartáveis e lentes de troca anual?

Lentes descartáveis são lentes gelatinosas desenvolvidas para serem trocadas a cada 15 a 60 dias, dependendo das características das lentes e da necessidade do paciente. Assim, cabe ao médico oftalmologista definir o prazo de utilização e orientar o uso adequado das lentes descartáveis. Geralmente estas lentes são mais finas do que as lentes de troca anual. Já as lentes de troca anual, são lentes gelatinosas especialmente desenvolvidas com o intuito de durarem aproximadamente 12 meses, desde que sejam usadas adequadamente (retiradas à noite e higienizadas corretamente). Por último, existem as lentes rígidas, as quais geralmente duram cerca de 2 anos, se usadas e higienizadas adequadamente.

Para mais detalhes sobre o uso correto das lentes de contato, clique aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *